quinta-feira, 23 de abril de 2009

Panqueca de salmão




2 Ovos (para 4 ou 5 panquecas)
½ copo de Leite
Farinha especial (normal na verdade, aquela que usamos para o bolo)
Filet de Salmão (para sashimi)
Coalhada fresca (tipo árabe ou feita em casa)
Rúcula
Azeite, limão, sal e pimenta do reino.

Modo de preparar
Misture os ovos, o leite, um pouco de sal e adicione farinha até obter um liquido viscoso, quanto mais grosso o liquido mais grossa a panqueca, deixe descansar por 15min (enquanto descansa esta mistura encorpa).
Corte o file de salmão na ponta da faca (procurando sempre 90º. das estrias do salmão) corte pequeninos cubos do peixe (na boca eles devem derreter!).
Lave e seque bem as folha de rúcola.
Separado, misture 2/3 de azeite com 1/3 de limão coloque sal (generosamente) e pimenta do reino.
Faça panquecas grandes (24cm de diâmetro mais ou menos o tamanho de um prato) na frigideira de ante-aderente untada com um filete de azeite, conforme estiverem prontas descanse-as em banho maria (para segurar a temperatura).
Prepare cada panqueca colocando uma “fileira” de peixe, outra de coalhada fresca e outra de rúcula (use a proporção visual 2/8, 1/8, 5/8 respectivamente – ou seja, mais rúcula menos coalhada) enrole (eu faço com a mão), corte na transversal e arranje no prato, as partes em paralelo/oposto, de modo que o corte transversal fique exposto aos olhos. Faça pequenos cortes na panqueca (para facilitar a penetração do molho) e despeje o molho por sobre o todo.

Comentários
Dado que fora a panqueca todos os outros ingredientes são frios, uma das crises deste prato é a temperatura que ele será servido, eu gosto de esquentar os prato em banho maria para conseguir servir a panqueca numa temperatura no mínimo morna.
Veja que o molhinho da salada que faço carece de criatividade, misturar shoyu com um pouco de mel e adicionar um pouco de azeite pode ser uma melhor escolha pelo gosto, pela textura e pela cor/decoração do prato.
Se preferir use salmão defumado mas aí é preciso mudar o tom sal/acidez do molho!
Bom apetite

Quem sou eu

Minha foto

Sinceridade ou talvez o silêncio em vez do vão mas não ao redor ou a falsidade. 
Perder é uma arte, não perder é impossível.

Google+ Badge