terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Corumaba - MS #2


Comprei um passeio de barco. Ao descer para a cidade "baixa", o porto a beira do Rio Paraguai, lá estava uma banda de três charmosas, mandando ver um samba, eu que fiz aula de dança de salão por mais de ano fiquei com os pés coçando mas ninguém dançava como eu aprendi. Um barco para 130 pessoas, com 3 andares, restaurante, "salão" e deck. Banda tocando, inclusive forró e aí não teve jeito, uma senhora me tirou para dançar, por incrível que pareça as moças são ainda mais envergonhadas do que eu. Até a rede globo tava lá, "sorria, você está sendo filmado". Não vimos bicho algum e nem a paradinha não vingou, o barco daquele tamanho embicou sem dó na margem para pescarmos mas fomos atacados por uma legião de pernilongos assassinos e fizemos uma pescaria só para a "globo", sem isca mesmo!
Na saída a Maurem da Globo comentou de um passeio de caiaque e apontou o Orlando que aluga. Não tive muita dúvida, era isto que eu queria, sozinho entrei no caiaque e remei por duas horas mas também não vi jacaré nem capivara.
Os caras, todos, me botaram na pilha, "vamos para a Bolívia, lá é bom e barato". Peguei uma carona com um trio e cruzei a fronteira mas não consegui sacar dinheiro do outro lado... voltei, vou esperar o Itaú abrir para discutir a questão...
Comprei um caderno e uma lápis a idéia era escrever mas estou empolbado para desenhar.
De noite na orla curti um lindo por do sol e vi milhares de morcegos, grandes como só tinha visto na Austrália saido de suas tocas sob o concreto.

Quem sou eu

Minha foto

Sinceridade ou talvez o silêncio em vez do vão mas não ao redor ou a falsidade. 
Perder é uma arte, não perder é impossível.

Google+ Badge