sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Nasale-Bra(r)

Nasale-Bra(r)

Nariz e orelhas não param de crescer! Isto todos já sabemos.
O resultado são aqueles narizes e orelhas enormes, típicos dos nossos avós e senhores (e senhoras, mas aqui vamos falar apenas dos senhores), que na maioria das vezes acabam caindo um pouco na ponta.
Um estudo feito na universidade HCI de Toronto mostrou que a queda do nariz, processo visível, é inevitável em quem quer viver mais de 60 anos.
Foram pesquisados 1000 homens com idades a partir de 40 anos por 20 anos e constatou-se que em 980 deles a alteração é fotogênica!
Pensando em amenizar este prognostico e eventualmente acabar com o problema, uma empresa de moda francesa, desenvolveu o Sutiã Nasal(r) (Nasale-Bra(r)). A empresa garante que se utilizado diariamente a partir dos 40 anos os efeitos do crescimento do nariz serão visivelmente menores.
A empresa N&O, detentora do registro de patente da nova peça de vestuário, ainda não sabe apontar estatisticamente os benefícios do uso do Nasale-Bra(r), “pois não houve tempo hábil entre a criação do vestuário e o lançamento”.
“A peça, é tão importante quanto o próprio Sutiã feminino” garante o designer da N&O responsável pela criação dos 5 modelos de lançamento. “Com a evolução no campo da oftalmologia,” explica M. Notiz da N&O, “os óculos saíram de moda e sobrou espaço para novos cuidados pessoais e visuais”, enfatiza.
As peças serão usadas pelos modelos já no próximo desfile de modas outono-inverno em São Paulo e no Rio de Janeiro. “será um alento para os que se viam obrigados a passar pomadas brancas no nariz para ir a praia”.

Com a chegada da nova moda, outros cuidados se fazem necessário e o cabeleireiro brasileiro Armando B. Max o Armandinho da Oscar Freire, já alterou sua tabela de serviços para incluir, depilação dos pelos nasais masculinos.
“Meu estúdio sempre foi buscar as novas tendências” garante Armandinho.
Clique no botão "g+1" abaixo para ver em primeira mão as fotos dos modelos que estarão nas lojas brasileiras em breve.




Quem sou eu

Minha foto

Sinceridade ou talvez o silêncio em vez do vão mas não ao redor ou a falsidade. 
Perder é uma arte, não perder é impossível.

Google+ Badge